sábado, 26 de novembro de 2011

PARABÉNS UMARIZAL


No inicio do século XIX, no povoamento de Gavião já existiam muitas casas, grandes fazendas uma abrangente atividade rural. A povoação continuou crescendo à margem do riacho Gavião, por onde passava uma estrada que servia de caminho para os comboios que saiam da Paraíba com destino a Mossoró. Em 1894, a localidade ganhou seu primeiro açude.

No ano de 1902, o arrumado que continuava em progresso já tinha cemitério e a capela do Sagrado Coração de Jesus. Por decisão da Intendência de Martins, em 1925, o nome do povoado foi mudado para Divinópolis. Em 1943, estava em fortalecimento econômico, e teve seu nome outra vez mudado, passando a se chamar Umarizal, numa referencia á grande quantidade de umarizeira existente na região, que consegue, mesmo em período de estiagem, molhar o solo debaixo de sua copa com gotejamento, sendo conhecida como a arvore que verte água.

No dia 27 de novembro de 1958, pela Lei nº 2.312, Umarizal desmembrou-se de Martins e tornou-se um novo município potiguar. Vegetação: Caatinga Hiperxerófila vegetação de caráter mais seco, com abundancia de cactáceas e plantas de porte mais baixo e espalhado. Entre outras espécies destacam-se a jurema preta, mufumbo, faveleiro, marmeleiro xique-xique e facheiro.

A Cultura em Umarizal é conhecida pela sua diversidade significante, pois é rica em cultura popular com manifestações culturais como: grupo de teatros, poetas, poetas cordelistas, repentistas, artesanato, grupos musicais, culinaristas e contadores de historias.


FONTE: blog Umarizal em Dia

Nenhum comentário:

Postar um comentário